26 de February 2019
110 e 220V: Aprenda como utilizar

Ainda existem muitas dúvidas em relação à voltagem dos produtos: na hora da compra, por exemplo, é normal que o consumidor se depare com especificações diferentes, como 110 e 220 volts. Não conhecer essas diferenças pode levar você a queimar algum dispositivo. Por isso, é fundamental saber utilizar cada uma das tensões para instalações elétricas.

Neste post, você vai entender como fazer o uso de cada voltagem corretamente. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

Instalações elétricas 220v tendem a ser mais baratas

Muitas pessoas buscam economia de energia elétrica, e isso faz com que elas troquem seus aparelhos elétricos 110v por 220v. Os equipamentos de 220v conseguem dissipar menos quantidade de energia se comparado aos de 110v, o que gera um aproveitamento de energia e diminuição da corrente.

Os cálculos de economia giram em torno de 2% e 6%, e isso depende muito de cada situação. É preciso levar em consideração o tipo de instalação elétrica das residências (monofásica, bifásica ou trifásica), bem como o comprimento da fiação, sua espessura, entre outros aspectos. Vale ressaltar que, para ocorrer a conversão de 110 para 220 volts, será preciso fazer a troca do disjuntor.

Instalações elétricas 110v são mais seguras

Para quem busca mais segurança na hora de fazer a instalação elétrica, escolher a tensão 110v é a melhor opção. Algum acidente como tomar um choque em uma tomada 220v é duas vezes mais perigoso por causa da tensão, que é o dobro em relação à outra.

Com a utilização do novo modelo de tomadas adotado pelo Brasil, esse problema acaba sendo reduzido, uma vez que os novos plugs tornam quase impossível que alguém sofra alguma lesão elétrica.

Lembre-se que, independentemente do tipo de tomada, é preciso ter a máxima cautela com as crianças. Além disso, é necessário ter atenção na hora da manutenção ou de reparos na rede.

Receba nossas ofertas e promoções
1